Laser transdérmico para tratamento de varizes

De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, as varizes são realidade de 35,5% da população brasileira. O laser transdérmico para tratamento de varizes é uma das alternativas disponíveis e pode ser muito eficiente em alguns casos.

Ao ser aplicado na pele, o laser transdérmico aquece o sangue, sem atingir os tecidos ao redor. Com o calor, a veia varicosa é contraída e se fecha, impedindo a circulação sanguínea.

Esse laser tem um tipo de luz muito específica, mais eficaz para tratar varizes de pequeno calibre. No caso das varizes com diâmetro maior, pode ocorrer a contração, mas, muitas vezes, a veia não se fecha completamente e, por isso, há outros procedimentos mais indicados.

Continue a leitura e saiba mais detalhes sobre o que avaliar antes de passar pelo laser transdérmico para tratamento de varizes:

5 pontos a serem avaliados antes do laser transdérmico para tratamento de varizes

 

1 . Escolha um profissional especializado

Procurar por um médico angiologista e/ou cirurgião vascular habilitado é uma questão segurança.

Além de dominar o sistema circulatório, esse profissional vai avaliar se esse é o melhor procedimento para o caso de forma assertiva e também vai saber lidar com possíveis reações e complicações da melhor maneira.

2 . Doenças de pele ou medicação

O laser transdérmico não é recomendado se você usa remédios fotossensibilizantes ou tem doenças de pele, como vitiligo.

Converse com seu médico sobre as outras alternativas de tratamentos para varizes.

3 . Tipo de pele

 Pessoas de pele morena e negra podem usar o laser transdérmico para tratamento de varizes, mas com cuidado.

A maior quantidade de melanina faz com que a pele absorva mais calor. Com isso, a intensidade da luz aplicada deve ser reduzida pelo médico para evitar queimaduras.

4 . Cuidado com o sol antes e depois

Antes e depois da aplicação do laser transdérmico, vale seguir as indicações médicas e ter cuidado com o tempo de exposição solar.

5 . Efeitos indesejados

A aplicação é simples e pode haver um certo incômodo. Além disso, é possível que a pele fique temporariamente avermelhada em seguida.

Para evitar efeitos indesejados e queimaduras, tenha cuidado na escolha do profissional. Nem todo procedimento é indicado para todo tipo de paciente. É fundamental fazer uma análise individualizada.

 

As varizes

As varizes surgem como um sinal de que o sistema circulatório não está funcionando tão bem e, especialmente para as mulheres, as veias dilatadas e aparentes trazem um desconforto estético grande.

O que ocorre é que o sangue da parte inferior do corpo passa a ter dificuldade de fazer o caminho de retorno ao coração.

Há alguns fatores de risco que colaboram para que isso aconteça: hereditariedade, excesso de peso (obesidade ou gravidez), muito tempo de pé ou sentado na mesma posição e uso de hormônios.

Varizes são diferentes de vasinhos. Dependendo da profundidade e do diâmetro do vaso sanguíneo afetado, é importante tratar para evitar consequências mais graves à saúde.

Gostou de saber mais sobre o laser transdérmico para tratamento de varizes? Compartilhe com seus amigos pelas redes sociais.